"SENHOR, FAZEI-ME INSTRUMENTO DE VOSSA PAZ".

Sua maior intenção, seu desejo principal e plano supremo era observar o Evangelho em tudo e por tudo,imitando com perfeição, atenção, esforço, dedicação e fervor os passos de Nosso Senhor Jesus Cristo no seguimento de sua doutrina". (Vida de S. Francisco - 1Cel 84)

"Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você está fazendo o impossível.São Francisco de Assis"

quarta-feira, 1 de março de 2017

Hino Oficial da Campanha da Fraternidade 2017 - Cultivar e guardar a criação




FONTE VÍDEO: Franciscanos Rondinha

Tema: 
“Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida”
Lema: “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15)


HINO OFICIAL DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2017

Letra: Padre José Antônio de Oliveira
Música: Wanderson Luiz Freitas

Louvado seja, ó Senhor, pela mãe terra,
que nos acolhe, nos alegra e dá o pão.
Queremos ser os teus parceiros na tarefa
de "cultivar e bem guardar a criação."
Refrão:
Da Amazônia até os Pampas,
do Cerrado aos Manguezais,
chegue a ti o nosso canto
pela vida e pela paz (2x)
.
Vendo a riqueza dos biomas que criaste,
feliz disseste: tudo é belo, tudo é bom!
E pra cuidar a tua obra nos chamaste
a preservar e cultivar tão grande dom.
.
Por toda a costa do país espalhas vida;
São muitos rostos - da Caatinga ao Pantanal:
Negros e índios, camponeses: gente linda,
lutando juntos por um mundo mais igual.
.
Senhor, agora nos conduzes ao deserto
e, então nos falas, com carinho, ao coração,
pra nos mostrar que somos povos tão diversos,
mas um só Deus nos faz pulsar o coração.
.
Se contemplamos essa "mãe" com reverência,
não com olhares de ganância ou ambição,
o consumismo, o desperdício, a indiferença
se tornam luta, compromisso e proteção.
.
Que entre nós cresça uma nova ecologia,
onde a pessoa, a natureza, a vida, enfim,
possam cantar na mais perfeita sinfonia
ao Criador que faz da terra o seu jardim.
.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

sábado, 28 de janeiro de 2017

Missões Franciscanas da Juventude Oficial



Confira o vídeo oficial das Missões Franciscanas da Juventude, que aconteceu em Curitiba (PR), entre os dias 19 a 22 de janeiro de 2017!
" A próxima sede da Missões Franciscanas da Juventude será em AGUDOS E BAURU -SP entre os dias 18 e 21 de janeiro de 2018. "

Franciscanos Rondinha


Abraçar e seguir o Projeto de Deus, pede Vigário Provincial (Clique e veja a página completa)

Érika Augusto (texto e fotos)
Frei Leandro Costa, Frei Augusto Luiz Gabriel e Bruna Oliveira (fotos)

Neste domingo, 22/01/2017, os quase 500 jovens missionários que estavam espalhados pela grande Curitiba voltaram a se reunir na igreja Bom Jesus dos Perdões, na região central da capital paranaense, para celebrar a Eucaristia de encerramento da 4ª edição das Missões Franciscanas da Juventude.
A missa foi presidida por Frei César Külkamp, Vigário Provincial, Frei João Mannes, Definidor Provincial e Presidente da Associação Bom Jesus, Frei Alexandre Magno, pároco da Bom Jesus, e outros frades, religiosos e religiosas que estiveram presentes em todos os momentos das Missões Franciscanas. A bonita igreja ficou tomada de jovens missionários, que dividiam espaço com as famílias acolhedoras e outros paroquianos. O clima era de festa!
Em sua homilia, Frei César destacou que eles estavam celebrando não apenas o encerramento de um evento. “Nós não estamos reunidos em Curitiba apenas para um evento, apenas para um momento forte de emoções. Nós estamos aqui para fazer brilhar mais forte em nossos corações a luz da qual a Palavra de Deus nos fala: ‘Para o povo que habitava nas trevas, brilhou uma luz’”, afirmou.

Jesus que convida a cada um/a

O Evangelho deste 3º domingo do Tempo Comum, retirado de Mt 4, 12-23, fala do chamado dos primeiros discípulos, um tema muito tocante para a juventude. “Os discípulos Ele vai escolhendo, começa a chamá-los, ali naquele lugar. E não eram pessoas mais ilustres, não eram as pessoas mais influentes, poderosas. Ele escolhe homens simples, do povo, pescadores. Ali Ele chama Pedro e André”, acrescentou.
O Vigário Provincial recordou as palavras do Papa Francisco, ao criticar as pessoas que parecem anestesiadas diante da realidade, insensíveis, por causa do consumismo, das tecnologias e de outras coisas, que quando usadas corretamente são boas, mas que distraem do foco principal e nos faz esquecer o mais importante: o nosso próximo. “Cristo se apresenta como a luz que traz esperança, que traz um sentido novo para a nossa vida. Nós nos reunimos neste tempo para nos deixarmos iluminar, tocar por essa luz. A luz da verdade, a luz da fé, a luz que torna a nossa vida totalmente diferente, dá um sentido totalmente novo”, disse Frei César.
“Hoje também Ele nos convida para sermos seus discípulos. E o que significa ser discípulo hoje? Significa escutar com muita atenção à Sua Palavra, Seus ensinamentos, descobrir no Evangelho esta luz da fé, esta luz da verdade. , acrescentou Frei César, que disse ainda que durante as missões os jovens já puderam fazer esta experiência, ao fazerem o gesto do lava-pés.
Frei César agradeceu aos jovens pela presença e, ao receber aplausos dos jovens, disse que não eram para ele, mas que estes aplausos eram para toda a Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil.

Frei Diego chama os jovens a refletirem sobre a causa de tantos problemas

Após a missa, os jovens seguiram para o ginásio, onde voltaram a se encontrar com os grupos das experiências, para avaliarem as missões. Os grupos falaram no plenário sobre as experiências vividas.
Ao final, Frei Diego provocou os jovens a não ficarem somente no campo sentimental, mas se questionarem o por que dos problemas sociais. “Aquela ocupação é fruto de um sistema, que gera pobres, é fruto de um sistema que exclui as pessoas, a gente precisa se dar conta disso. Isso não cai do dia pra noite, é importante a gente ter formação. A gente precisa ter essa leitura, essa visão, de que a missão nós podemos fazê-la com um alcance muito maior se a gente criar esse senso crítico”, acrescentou, falando sobre uma ocupação que os missionários visitaram.
O coordenador do SAV, que esteve na experiência no bairro Sabará, afirmou que uma das partilhas que ouviu o tocou muito, quando uma jovem dizia que estava saindo de lá angustiada. “Que a angústia se transforme no desejo de conhecer esta realidade, entender e procurar mudá-la, e aí assim a nossa missão vai ser maior ainda”, afirmou. Frei Diego falou ainda sobre as dúvidas que nascem no coração e na cabeça dos jovens diante de tantas informações. “Quando vocês tiverem dúvidas, façam a opção pelos pobres e mais fracos, pelas minorias”, concluiu.

A experiência ecumênica das Missões

Uma das características que tem se repetido nas atividades promovidas pelo SAV é a procura de participantes de outras confissões religiosas. Nestas Missões, 3 pessoas eram de igrejas evangélicas, e viveram intensamente a experiência, como foi o caso da Karina Costa, que foi participar a convite de seu irmão, Frei Leandro Costa, que agora reside em Vila Velha (ES). Ela é membro da Assembleia de Deus, do Ministério AD Promessa, e afirmou que foram dias inesquecíveis. “Quando a gente fala de construção, a gente pensa sempre que precisamos de outros elementos e ferramentas. A gente tem o cimento, tem areia, parafuso, madeira. Eu vejo isso na missão, cada um com sua função e sua importância”, afirmou.

VEJA A ENTREVISTA:


Outra participação que teve destaque foi a do Alciney e do Maciel, de Chopinzinho. Alciney é deficiente visual, e participou de todos os momentos, com a valiosa ajuda do Maciel. Os dois foram chamados ao palco para receber o carinho dos participantes. Mariana Rogoski, da equipe de preparação das Missões, falou sobre o cuidado de Maciel com o amigo, sempre acompanhando-o. Em sua simplicidade, Maciel agradeceu e pediu que o Senhor retribuísse a todos. Alciney partilhou sua experiência missionária, destacando que para ele foi fundamental ter ficado no centro, pois teve contato com uma realidade que não existe em Chopinzinho, as pessoas em situação de rua. “Eu, como cego, faço muitas coisas de ruim. Eu reclamo por nada e ontem, eu ajudando a entregar as frutas, muitos, só pelo gesto de dar a mão, um sorriso, ficavam agradecidos”, afirmou o jovem, que conseguiu a última vaga na caravana que viria para as Missões.

No encerramento, Frei Diego agradeceu a comissão que ajudou durante todo o processo de planejamento e preparação das Missões em Curitiba. Emocionado, Frei Diego agradeceu também ao Frei Gabriel Dellandrea, que passou a integrar a equipe do SAV. Falando sobre as Missões, o coordenador destacou a abertura dos participantes ao abraçarem o que foi proposto pela comissão organizadora. “Sem medo, com muita disposição, com muita alegria, eles abraçaram de fato tudo o que era proposto”, afirmou.

Como muitos disseram, ao sair de Curitiba nasce uma nova missão e uma realidade desafiadora na realidade de cada um. “Um grande desafio para a juventude de hoje é redescobrir o seu protagonismo na sua própria comunidade, na evangelização, descobrir a importância que tem o seu modo de pensar, o seu jeito de ser Igreja. É um grande desafio para os jovens e também para as comunidades, de aceitá-los com as suas riquezas e com os seus questionamentos”, ponderou.

Um dos momentos mais aguardados foi o anúncio da sede das próximas missões. Os jovens curitibanos passaram o tau da juventude, símbolo das missões, para os jovens de Agudos e Bauru, as cidades que receberão as Missões Franciscanas da Juventude entre os dias 18 e 21 de janeiro de 2018.

Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil.


quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Os Fioretti de São Francisco – Capítulo 2

De Frei Bernardo de Quintavale, primeiro companheiro de S. Francisco

O primeiro companheiro de S. Francisco foi Frei Bernardo de Assis, o qual assim se converteu. Trazendo S. Francisco ainda vestes seculares, embora já houvesse renegado o mundo, e andando todo desprezível e mortificado pela penitência de modo a ser tido por muitos como estúpido e escarnecido como louco, perseguido com pedradas e lodo por seus parentes e por estranhos, e passando pacientemente, por entre injúrias e zombarias, como surdo e mudo: monsior Bernardo de Assis, que era um dos mais nobres e ricos e sábios da cidade, começou sabiamente a considerar em S. Francisco o tão excessivo desprezo, a grande paciência nas injúrias e que, havia dois anos já assim abominado e desprezado por todos, parecia sempre mais constante e paciente, começou a pensar e a dizer de si para consigo: “Não posso compreender que este Francisco não possua grande graça de Deus”; e o convidou para cear e dormir em sua casa; e S. Francisco aceitou, e ceou e dormiu em casa dele.
.
E monsior Bernardo encheu o coração de desejos de contemplar a santidade dele: mandou preparar-lhe uma cama no seu próprio quarto, no qual sempre de noite ardia uma lâmpada. E S. Francisco, para ocultar sua santidade, logo que entrou no quarto, deitou-se e pareceu dormir; e monsior Bernardo também se deitou, depois de algum tempo, e começou a ressonar fortemente, como se estivesse dormindo profundamente.
.
S. Francisco, certo de que ele dormia, levantou-se e pôs-se em oração, levantando os olhos e as mãos ao céu; e, com grandíssima devoção e fervor, dizia: “Deus meu, Deus meu”, e, assim dizendo e chorando muito, esteve até pela manhã, repetindo sempre: “Deus meu, Deus meu”, e nada mais; e isto dizia S. Francisco, contemplando e admirando a excelência da divina Majestade, a qual se dignava condescender com o mundo que perecia, e preparava-se pelo seu pobrezinho Francisco a prover com o remédio da salvação a alma dele e as dos outros.
.
E então, iluminado pelo espírito de profecia, prevendo as grandes coisas que Deus ia realizar por seu intermédio e de sua Ordem, e considerando a sua insuficiência e pouca virtude, clamava e suplicava a Deus que, com a sua piedade e onipotência, sem a qual nada pode a humana fragilidade, suprisse, ajudasse e cumprisse o que pôr si só não podia.
.
Vendo monsior Bernardo, à luz da lâmpada, os devotíssimos atos de S. Francisco, e considerando devotamente as palavras que ele dizia, foi tocado e inspirado pelo Espírito Santo a mudar de vida; pelo que, ao amanhecer, chamou S. Francisco, e disse assim: “Irmão Francisco, estou inteiramente disposto, no meu coração, a abandonar o mundo e a seguir-te no que mandares”.
Ouvindo isto S. Francisco alegrou-se em espírito e falou: “Monsior Bernardo, isto que disseste é coisa tão grande e maravilhosa, que é preciso pedirmos conselho a Nosso Senhor Jesus Cristo e rogar-lhe que nos mostre a sua vontade e nos ensine o modo de executá-la: para isso vamos ao bispado, onde há um bom padre, e pediremos que celebre a missa; depois ficaremos rezando até Terça, pedindo a Deus que, abrindo o missal três vezes, nos mostre o caminho que lhe agrada seguir-mos”.
.
Respondeu monsior Bernardo que isso era muito de seu agrado. Puseram-se a caminho e foram ao bispado; e depois de ouvirem a missa e estarem em oração até Terça, o padre, a pedido de S. Francisco, tomou o missal e, feito o sinal da santa cruz, o abriu por três vezes em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo: e na primeira vez apareceu aquela palavra que disse Cristo no Evangelho ao jovem que lhe perguntou pelo caminho da perfeição: “Se queres ser perfeito, vai, vende o que tens e dá aos pobres e segue-me”; na segunda, apareceu aquela palavra que Cristo disse aos apóstolos, quando os mandou pregar: “Nada leveis para a jornada, nem bordão, nem alforje, nem sandálias, nem dinheiro”; querendo com isto ensinar-lhes que deviam pôr em Deus toda a esperança na vida, e dar toda a atenção a pregação do santo Evangelho; na terceira abertura do missal apareceu aquela palavra que Cristo disse: “Quem quiser vir após mim, abandone a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me”.
.
Então disse S. Francisco a monsior Bernardo: “Eis o conselho que Cristo nos dá: vai, pois, e faze exatamente como ouviste: e seja bendito Nosso Senhor Jesus Cristo, o qual se dignou mostrar-nos seu caminho evangélico”.
.
Ouvindo isto, partiu monsior Bernardo e vendeu o que possuía, porque era muito rico: e com grande alegria distribuiu tudo aos pobres e às viúvas e aos órfãos, aos prisioneiros, aos mosteiros, aos hospitais e aos peregrinos; e em cada coisa S. Francisco fielmente e prudentemente o ajudava. Ora, vendo um por nome monsior Silvestre, que S. Francisco dava e mandava dar tanto dinheiro aos pobres, cheio de avareza disse a S. Francisco: “Não me pagaste por inteiro aquelas pedras que me compraste para consertar a igreja e agora, que tens dinheiro, paga-me”.
.
Então S. Francisco, maravilhando-se de tanta avareza e não que rendo questionar com ele, como verdadeiro seguidor do Evangelho, meteu as mãos na sacola de monsior Bernardo e, enchendo-as de moedas, derramou-as na sacola de monsior Silvestre, dizendo que, se mais quisesse, mais lhe daria.
.
Satisfeito monsior Silvestre com aquilo, partiu e voltou a casa: e de tarde, repensando no que fizera durante o dia, e arrependendo-se de sua avareza, e considerando o fervor de monsior Bernardo e a santidade de S. Francisco, na noite seguinte e em duas noites outras teve de Deus esta visão: que da boca de S. Francisco saía uma cruz de ouro, cujo cimo tocava o céu e os braços se estendiam do oriente ao ocidente.
.
Por causa desta visão ele deu por amor de Deus o que possuía e fez-se frade menor, e viveu na Ordem com tanta santidade e graça, que falava com Deus, como um amigo faz com outro, conforme S. Francisco muitas vezes verificou e além se declarará.
.
Monsior Bernardo, semelhantemente, recebeu tantas graças de Deus, que com freqüência ficava arroubado em Deus em contemplação: e S. Francisco dele dizia que era digno de toda a reverência e que havia sido ele o fundador daquela Ordem: porque fora o primeiro a abandonar o mundo, nada reservando para si, mas dando tudo aos pobres de Cristo, e tinha começado a pobreza evangélica, oferecendo-se nu aos braços do Crucificado: o qual seja por nós bendito in secula seculorum. 
Amém.


Hino das Missões Franciscanas da Juventude 2017



Jovens! Nós somos jovens missionários da reconciliação: Construindo pontes para o paraíso. Vamos conosco nesta grande missão!
Letra e Música: Frei Zilmar Augusto, OFM

Franciscanos Rondinha


Paz e Bem eu lhe desejo meu irmão



Franciscanos Rondinha

Música de Tiago Gonçalves Camargo, gravada durante o Encontro de Cantos Franciscanos nos dias 03 e 04 de setembro de 2016, em Campo Largo - PR.



terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Cânticos das Criaturas- Franciscanos El mejor video vocacional



Vídeo Canal YouTube Adriana Eguia

Que la paz sea con ustedes! Alguna vez se preguntaron del porque nos "sentimos" vacíos? sabias que tienes una llamada pendiente pero esta "llamada" es algo distinto a la llamada que conoces, es decir, a lo que me refiero es a un "LLAMADO" .... Hombre estas "llamado" a dar amor porque por amor has sido llamado por aquel que te amo antes que te llame, antes que nacieras! Fuiste hecho con un Ingrediente que no se puede comprar y tampoco vender, con una palabra que no se puede borrar y tampoco reescribir, con un signo que no se puede ver con ojos humano y SI con el Corazón, no se puede palpar pero se puede "sentir", no se transmite pero se demuestra, No enferma pero Sana, no se limita, se expande, estas "llamado" a dar amor! y este vídeo te ayudara ver mas allá y te darás cuenta que no estamos vació!

TRADUZIDO PELO GOOGLE:

A paz esteja convosco! 

Alguma vez você já se perguntou sobre por que "sentir" vazio? sábio que você tem uma chamada pendente, mas este "apelo" é algo diferente do que a chamada que você sabe, ou seja, o que eu quero dizer é um "apelo" .... Man estes "chamados" para dar amor, porque o amor que você foi chamado por ele que eu amo antes que eu chame você, antes de você nascer! Está foram feitas com um ingrediente que não pode ser comprado ou vendido, com uma palavra que não pode ser apagado ou reescrever, com um ponto de que não pode ser visto com os olhos humanos e SI com o coração, não pode ser sentida, mas pode ser "sensação" não é transmitido, mas está demonstrado, não está doente, mas Sana, não é limitado, ele se expande, estes "chamados" para dar amor! e este vídeo vai ajudar você a ver além e perceber que não estão vazias


domingo, 22 de janeiro de 2017

Oração de Madre Teresa de Calcutá



Mantenha seus olhos puros para que Jesus possa olhar através deles.
Mantenha sua língua pura para que Jesus possa falar por sua boca.
Mantenha suas mãos puras para que Jesus possa trabalhar com suas mãos.
Mantenha sua mente pura para que Jesus possa pensar seus pensamentos em sua mente.
Mantenha seu coração puro para que Jesus possa amar com seu coração.

Peça a Jesus para viver sua própria vida em você porque:
Ele é a Verdade da humildade.
Ele é a Luz da caridade.
Ele é a Vida da santidade. Amém!

FONTEFranciscanos Rondinha


FRANCISCO DE ASSIS E O SENTIMENTO ESTÉTICO CHEIO DE VIRTUDES

Uma das obras mais lidas no mundo franciscano é a biografia São Francisco de Assis, de Maria Sticco, Vozes, Petrópolis, 2001. 
É uma obra escrita por alguém que amou profundamente São Francisco de Assis. A autora nasceu em Perugia, aos 23 de Novembro de 1891 e faleceu em Assis no dia 18 de março de 1981, aos 90 anos. 
Uma mulher de literatura e espiritualidade e que muito contribuiu para a espiritualidade franciscana. 
Tornou-se uma leiga intelectual consagrada. 
Uniu estudo, silêncio, oração, pesquisa e mística. Ela não escreveu sobre ele, ela deixou-se moldar pelo ideal franciscano.
.
Viveu no mundo como uma mulher das letras e mestra do espírito e vida franciscana. Agostinho Gemelli, OFM, no prefácio da obra sintetizou bem o que o livro traduz:
.
Baseado diretamente nas Fontes Franciscanas, chega, através da meditação, à compreensão da humanidade e sobrenaturalidade de Francisco de Assis, numa fusão do elemento humano e divino. A obra quer apresentá-lo através dos fatos, de um modo muito vivo e muito próximo, para que o leitor tenha em sua frente a imagem e a identidade de Francisco. É mostrar através de Francisco uma consciência e um modo de ser cristão. É uma narração religiosa e artística ao mesmo tempo. É um livro sereno, escrito com amor, por um coração franciscano.
.
Diz Maria Sticco: “O amor de Deus o leva a encontrar alegria em tudo, mas especialmente na dor perfeita, e eis a conclusão de que a vida é boa e tanto melhor quanto mais dolorosa; faz-lhe abraçar a morte como irmã, e eis que, se outros poetas haviam entendido que o amor é morte, São Francisco afirma que a morte é amor, compreendendo-o Dante e compreendendo-o todos aqueles que na vida não encontram amor e que, à palavra do santo, o esperam firmemente na agonia”. 
Se alguém quiser entender os princípios cavalheirescos que inspiraram o caminho de Francisco de Assis, leia esta obra!

FREI VITÓRIO MAZZUCO´


PRESÉPIO CAPELA SANTA TERESINHA-(José Bonifácio-SP)



A Capela Santa Teresinha do Menino Jesus fica na Avenida Rui Barbosa, 958, no Bairro que leva o mesmo nome, em JOSÉ BONIFÁCIO-SP.
Dê uma passadinha por lá, além da paz e o amor a Jesus que Santa Teresinha sempre exaltava você encontrara uma linda e receptiva capela.

06 de Janeiro o Dia de Reis:
Segundo a tradição cristã, seria aquele em que Jesus Cristo recém-nascido recebera a visita de "alguns magos do oriente" (Mateus 2:1) que, segundo o hagiológio, foram três Reis Magos, e que ocorrera no dia 6 de janeiro. 
A noite do dia 5 de janeiro e madrugada do dia 6 é conhecida como "Noite de Reis".

Mateus 2:1,2
E, tendo nascido Jesus em Belém de Judéia, no tempo do rei Herodes, eis que uns magos vieram do oriente a Jerusalém,
Dizendo: Onde está aquele que é nascido rei dos judeus? porque vimos a sua estrela no oriente, e viemos a adorá-lo.

Fonte:https://anunciar-evangelion.blogspot.com.br



sábado, 21 de janeiro de 2017

O Cântico das Criaturas(ou Cântico do Irmão Sol)




O Cântico das Criaturas(ou Cântico do Irmão Sol)

Altíssimo, onipotente, bom Senhor,
Teus são o louvor, a glória, a honra
E toda a benção.
.
Só a ti, Altíssimo, são devidos;
E homem algum é digno
De te mencionar.
.
Louvado sejas, meu Senhor,
Com todas as tuas criaturas,
Especialmente o Senhor Irmão Sol,
Que clareia o dia
E com sua luz nos alumia.
.
E ele é belo e radiante
Com grande esplendor:
De ti, Altíssimo é a imagem.
.
Louvado sejas, meu Senhor,
Pela irmã Lua e as Estrelas,
Que no céu formaste claras
E preciosas e belas.
.
Louvado sejas, meu Senhor,
Pelo irmão Vento,
Pelo ar, ou nublado
Ou sereno, e todo o tempo
Pela qual às tuas criaturas dás sustento.
.
Louvado sejas, meu Senhor,
Pela irmã Água,
Que é mui útil e humilde
E preciosa e casta.
.
Louvado sejas, meu Senhor,
Pelo irmão Fogo
Pelo qual iluminas a noite
E ele é belo e jucundo
E vigoroso e forte.
.
Louvado sejas, meu Senhor,
Por nossa irmã a mãe Terra
Que nos sustenta e governa,
E produz frutos diversos
E coloridas flores e ervas.
.
Louvado sejas, meu Senhor,
Pelos que perdoam por teu amor,
E suportam enfermidades e tribulações.
.
Bem aventurados os que sustentam a paz,
Que por ti, Altíssimo, serão coroados.
.
Louvado sejas, meu Senhor,
Por nossa irmã a Morte corporal,
Da qual homem algum pode escapar.
.
Ai dos que morrerem em pecado mortal!
Felizes os que ela achar
Conformes á tua santíssima vontade,
Porque a morte segunda não lhes fará mal!
.
Louvai e bendizei a meu Senhor,
E dai-lhe graças,
E servi-o com grande humildade. 


terça-feira, 10 de janeiro de 2017

ORAÇÃO DA NOITE- FREI IGNACIO LARRAÑAGA

                              Clique na imagem para ampliar

Meu Pai,agora que as vozes silenciaram
e os clamores se apagaram,aqui ao pé da cama
minha alma se eleva a Ti, para dizer:
Creio em Ti, espero em Ti,
e amo-te com todas as minhas forças,glória a Ti, Senhor!
.
Deposito nas tuas mãos a fadiga e a luta,as alegrias e desencantos
deste dia que ficou para trás.
.
Se os nervos me traíram,se os impulsos egoístas me dominaram
se dei lugar ao rancor ou à tristeza,perdão, Senhor!
Tem piedade de mim.
.
Se fui infiel,se pronunciei palavras em vão,
se me deixei levar pela impaciência,se fui um espinho para alguém,
perdão Senhor!
Nesta noite não quero entregar-me ao sono
sem sentir na minha alma a segurança da tua misericórdia,
a tua doce misericórdia inteiramente gratuita.Senhor! 
.
Eu te agradeço, meu Pai, porque foste a sombra fresca
que me cobriu durante todo este dia.
Eu te agradeço porque, invisível, carinhoso e envolvente,
cuidaste de mim como uma mãe, em todas essas horas.
.
Senhor! Ao redor de mim tudo já é silêncio e calma.
Envia o anjo da paz a esta casa.
Relaxa meus nervos, sossega o meu espírito,
solta as minhas tensões, inunda meu ser de silêncio e de serenidade.
.
Vela por mim, Pai querido, enquanto eu me entrego confiante ao sono, como uma criança que dorme feliz em teus braços.
.
Em teu Nome, Senhor, descansarei tranquilo.
Amem !

(Frei Ignacio Larrañaga, manual de oração “Encontro”)


segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

O QUE SIGNIFICA A PAZ?

EXISTE ALGO MAIS DO QUE NOS SATISFAZ DO QUE A PAZ?

Se alguém tiver a resposta não sabe que seja PAZ...
.
Vamos iniciar por Cristo, não foi Ele que nos ensinou o Caminho da Paz?
Foi Ele que mostrou a humanidade se entregando ao martírio, humilhações e morto na cruz sempre se comportando como um Deus, mas um Deus que brilhava na sua imagem a humildade, e pessoas assim sem dúvida vivem a Paz.
.
O nosso São Francisco de Assis compreendeu a mensagem do Mestre e a aderiu integralmente na sua maneira de ser e viver, a ponto de convencer milhares de irmãos fundando a Ordem Franciscana da Paz e do Bem.
Dessa forma meus irmãos a origem e a mina que borbulha a água límpida que lava nossa alma das impurezas está na Paz. 
Paz em Cristo!
Paz e Bem!   
Rivaldo R. Ribeiro



sábado, 24 de dezembro de 2016

PRESÉPIO 2015 Paróquia São José, cidade de José Bonifácio- SP



Vídeo amador: Rivaldo R. Ribeiro

Paróquia São José , cidade de José Bonifácio - SP.

Foi na cidade italiana de Gréccio, na noite de Natal de Jesus no ano 1223 que São Francisco criou o primeiro presépio, com uma representação cênica do nascimento de Jesus numa manjedoura de palhas, acompanhado pelos animais. 
Era um lugar simples mais enriquecido com muita ternura e amor. 
Depois São Francisco chamou os moradores próximos para que estivessem no local, para que assim relembrassem a noite do nascimento em Belém do Menino-Deus.


Saiba mais sobre a história do PRESÉPIO CLICANDO AQUI


segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Aprenda a Amar o Amor (Com as crianças)


Aprenda a Amar o Amor (Com as crianças)

TV-Franciscanos-Pró Vocações

No título desse vídeo fala sobre Amar o Amor. O que significa? Qual o maior ícone de Amor que a humanidade já viu. Quem foi esse homem? Sem dúvida poderemos responder NOSSO SENHOR JESUS CRISTO.
Nesse vídeo nos mostra como amar o Amor(Cristo) como as crianças: sem dúvidas, pureza, Fé acreditando que Ele está sempre junto de nós, basta transformar o nosso coração como o de uma criança. 
Então sejamos crianças, pois nelas está a origem como seria o ser humano antes de adultos com todos seus traumas, ambições, culpas, sentimentos de vingança, enfim todos os males que nós adquirimos durante o caminho da nossa vida. 
Oremos junto a Deus que nos ajude a ser como crianças, dessa forma estaremos bem mais perto Dele. 
Rivaldo R. Ribeiro(Autor desse blog)  

domingo, 6 de novembro de 2016

ESPIRITUALIDADE FRANCISCANA



Eu amo São Francisco de Assis, a alma como de Cristo que nos ensina a verdadeira Luz do que seja ser Cristão e fazer parte da Fé que Jesus nos ensinou.
Amar a Jesus Cristo sem medo de ser humano, apenas compreender que basta amar o Senhor acima de tudo. 
São Francisco nos ensinou com seu exemplo que Deus está ali numa árvore quando um pássaro gorjeia e nos alegra com um som maravilhoso que nenhum homem é capaz de emita-lo com fidelidade.
Quando olhamos um riacho e suas águas correm límpidas refletindo os raios do sol, carregando no seu leito peixes de lindas cores e formas, nunca esqueça disso Deus está ali.
Deus está ali...Bem perto de nós é só observar com os sentimentos que nossa alma é capaz de alcançar...

Texto Rivaldo R. Ribeiro


domingo, 30 de outubro de 2016

ZAQUEU RECEBE JESUS-LC 19: 1-10



https://www.youtube.com/user/tvfranciscanos 

ZAQUEU RECEBE JESUS: LUCAS 19, 01-10
-
1.Jesus entrou em Jericó e ia atravessando a cidade.
2.Havia aí um homem muito rico chamado Zaqueu, chefe dos recebedores de impostos.
3.Ele procurava ver quem era Jesus, mas não o conseguia por causa da multidão, porque era de baixa estatura.
4.Ele correu adiande, subiu a um sicômoro para o ver, quando ele passasse por ali.
5.Chegando Jesus àquele lugar e levantando os olhos, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque é preciso que eu fique hoje em tua casa.
6.Ele desceu a toda a pressa e recebeu-o alegremente.
7.Vendo isto, todos murmuravam e diziam: Ele vai hospedar-se em casa de um pecador...
8.Zaqueu, entretanto, de pé diante do Senhor, disse-lhe: Senhor, vou dar a metade dos meus bens aos pobres e, se tiver defraudado alguém, restituirei o quádruplo.
9.Disse-lhe Jesus: Hoje entrou a salvação nesta casa, porquanto também este é filho de Abraão.
10.Pois o Filho do Homem veio procurar e salvar o que estava perdido.


Pange Lingua Gloriosi, LEGENDADO PT-BR



Belíssimo canto composto por São Tomás de Aquino no século XIII, traduzido para o Português. 
Recomenda-se o uso em missas de Corphus Christi e na Quinta Feira Santa.


"Angelus" - Oração do meio dia


V. O Anjo do Senhor anunciou a Maria.
R. E Ela concebeu do Espírito Santo.
Ave Maria…
.
V. Eis a escrava do Senhor.
R. Faça-se em mim segundo a Vossa Palavra.
Ave Maria…
.
V. E o Verbo divino encarnou.
R. E habitou no meio de nós.
Ave Maria…
.
V. Rogai por nós Santa Mãe de Deus.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
Oremos.
Infundi, Senhor, como Vos pedimos, a Vossa graça nas nossas almas, para que nós, que pela Anunciação do Anjo conhecemos a Encarnação de Cristo, Vosso Filho, pela sua Paixão e Morte na Cruz, sejamos conduzidos à glória da ressurreição. 
Por Nosso Senhor Jesus Cristo Vosso Filho que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

05/10 -SÃO BENEDITO



SÃO BENEDITO, O NEGRO, RELIGIOSO, DA ORDEM I
Benedito, cognominado o mouro – ou o “Negro”, como é conhecido no Brasil – nasceu na Sicília. De pais escravos, vindos da Etiópia para San Fratello, na Sicília, vendeu seus bens e fez-se eremita franciscano nas vizinhanças de Palermo.
Mais tarde, atendendo a um decreto de Pio IV, obrigando a todos os seguissem a Regra de São Francisco a viverem em conventos de sua Ordem, Benedito obedeceu.
No convento, dedicou-se a trabalhos humildes. Chegou a exercer o oficio de Superior, mesmo não sendo sacerdote e, mais tarde, vemo-lo novamente trabalhando na cozinha.
Morreu no ano de 1589. Seu culto cedo se espalhou pela Itália, Espanha, Portugal, Brasil e México. Pio VIII inscreveu-o solenemente no rol dos santos.


São Benedito, filho de escravos, que encontrastes a verdadeira liberdade servindo a Deus e aos irmãos, independente de raça e de cor, livrai-me de toda a escravidão, venha ela dos homens ou dos vícios, e ajudai-me a desalojar de meu coração toda a segregação e a reconhecer todos os homens por meus irmãos. São Benedito, amigo de Deus e dos homens, concedei-me a graça que vos peço do coração. Por Jesus Cristo Nosso Senhor. Amém.
São Benedito rogai por nós !
HISTÓRIA DE SÃO BENEDITO


FRANCISCANOS NA PROVIDÊNCIA DE DEUS ( JACI-SP)



Franciscanos na Providência de Deus

Louvado seja meu Senhor por todas as suas criaturas!

http://www.franciscanosnaprovidencia.org.br/


terça-feira, 4 de outubro de 2016

Mensagem da Província - Solenidade de São Francisco de Assis



Frei Fidêncio Vanboemmel, nosso Ministro Provincial, faz uma reflexão sobre a solenidade de São Francisco de Assis, celebrada no dia 04 de outubro.

Paz e Bem!

www.franciscanos.org.br


FRANCISCO DE ASSIS E SEU CONTÁGIO DE AMOR


Mais uma vez a Festa de São Francisco de Assis, e cada ano, desde o Transitus no dia 03 até 04 de Outubro, a sua presença é sempre um momento celebrativo, reflexivo e provocativo. Ele é um grande apelo espiritual, uma espiritualidade contagiante que se adapta em vários jeitos do modo de viver de ontem e de hoje. Sua espiritualidade é razão e Forma de Vida, uma estreita ligação entre fé cristã e a vida quotidiana, o Evangelho na vida e a vida burilada pelo Evangelho. Ele vive a Fraternidade de um modo que ela reinvente as relações humanas entre si e com todos os seres.
.
Francisco de Assis viu na Encarnação um jeito de Deus humanizar-se com extrema humildade e simplicidade. Nós vemos em Francisco um modo de divinizar o humano, para que se encontre uma consistência em meio a tanta fragmentação. Deus desejou estar entre nós, Ele tem prazer de conviver entre nós, o mistério da Encarnação é um mistério gozoso, e Francisco de Assis fez a festa luminosa do Natal ser perene. Viver nos caminhos de Francisco é desejar uma vida fraterna que refaça o jeito de Deus morar na casa do humano.
.
Francisco de Assis teve bem clara a certeza de que o Senhor mesmo revelou o que ele deveria fazer. Ele é um convertido que deixa-se conduzir pelo Senhor. Fé e conversão não separam. Porque crê, Francisco abandona-se nos desígnios de Deus. Mudou o rumo da sua vida pois teve a certeza onde Deus o levaria pelos caminhos da Boa Nova. Muitos pensam que conversão é isto: eu era um bêbado e parei de beber. Conversão não é somente frear vícios, mas sim aceitar o fato de que sozinho não se pode fazer nada, e fazer com a vontade do Senhor. Não é focar o eu, mas sim priorizar o modo como Deus ama, ampliando o eu em nós. Francisco de Assis fez o Amor de Deus amar radicalmente através dele e da oferenda da sua vida que se entregou por inteira ao fraternismo universal.
.
Francisco de Assis sonhou brilhar entre as pessoas de seu tempo, seduzir com a sua liderança a juventude de Assis, partir para as honras da Cavalaria Medieval e chegar à nobreza. Num determinado momento de sua vida fundiu seus sonhos com os sonhos de Deus. É um convertido que renuncia projetos dos costumes nobres de então para sonhar o que Deus sonhou para este mundo: Reino de Deus é casa reconstruída, é humanidade reconstruída é mundo reconstruído. Bens da terra passam e ele desapropriou-se de bens para buscar o tesouro eterno. Como não tinha mais olhar voltado para as atrações do material começou a ver melhor os despossuídos de cuidado. Vai aos pobres como um pobre, vai ao leproso como um abraço, vai a Cúria Romana como um mendigo pedindo para viver pedaços do Evangelho para conquistar a inteireza da Palavra que é Vida.
.
Francisco de Assis foi de Assis para o Oriente, para o Alverne, para as florestas, para as praças, para onde vivia sua fraternidade primitiva, foi por muitos lugares para mostrar um único lugar: a casa do Amor! Esta casa que deve ser restaurada onde quer que estejamos! Boas festas do Seráfico Irmão e Pai!
.
FREI VITÓRIO MAZZUCO
http://carismafranciscano.blogspot.com.br/


segunda-feira, 3 de outubro de 2016

3 de outubro dia do Trânsito de São Francisco de Assis

TRÂNSITO (morte) DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS.


Era um sábado, 3 de outubro.
.
Nas primeiras horas do dia, pediu que lhe lessem o relato da Paixão de Jesus Cristo, segundo São João. Enquanto o faziam, lentamente, o enfermo quedava-se imóvel como esquecido de si mesmo. Muitos pensavam que já estivesse morto, mas quando terminou a leitura, voltou a falar para pedir um pão. Tomou-o em suas mãos trêmulas, o abençoou e o partiu imitando o gesto de Jesus na ùltima Ceia, e o fez repartir entre os presentes. Quiz dizer algo, mas não lhe brotavam palavras.
.
Em torno da cabana uma atmosfera tensa. Os irmãos não sabiam se orar pelo moribundo ou se interceder ao santo. Uns estavam de é a seu lado, solícitos ao menor de seus movimentos; outros, permaneciam de joelhos na capelinha da Virgem. De vez em quando o silêncio era interrompido pela melodia solene do Cântico das Criaturas que ia perder-se entre as árvores do bosque.
.
Eram cinco da tarde. Francisco suplicou que o desnudassem totalmente e o colocassem sobre a terra. Muitos resistiram em fazê-lo, mas por fim cumpriram seu último desejo. Então, com voz quase imperceptível começou a recitar o Salmo 142, que os irmãos acompanhavam lentamente. "Com minha voz clamei ao Senhor... ele é minha porção na terra dos viventes... Tira, Senhor, minha alma do cárcere, para que vá cantar teu nome, pois me esperam os justos e tu me darás meu galardão".
.
Quando terminou o salmo, tudo permaneceu imóvel e em silêncio. Dizem que somente se escutava um leve rumor de asas.

Obs. Aqui o Salmo 142 é citado na numeração hebraica, enquanto a versão latina ( Bíblia que usamos) o numero desse Salmo é 141 

Fonte: Texto Face Clay Regazoni 

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

ANJOS DA GUARDA(São Miguel,São Gabriel,São Rafael) 29 DE SETEMBRO

Clique na imagem para ampliar:

SÃO MIGUEL
São Miguel, glorioso príncipe do céu, protetor das almas, eu vos invoco para que me livreis de toda adversidade e de todo pecado, e me façais útil para o serviço de Deus, conseguindo-me dEle a graça da perseverança final.
Amém
SÃO GABRIEL
São Gabriel, glorioso arcanjo, fortaleza de Deus, eu vos invoco para que me alcanceis a graça de ser preservado (a mim e a minha família) do mal, de vencer o demônio e de dominar as minhas más inclinações até o fim da minha vida.
Amém.
SÃO RAFAEL
São Rafael, glorioso arcanjo, medicina de deus, eu vos invoco para que cureis toda cegueira e a todas as enfermidades de minha alma e me ajudeis a fugir dos pecados que me causam tantos males.
Amém.

Oração a São Miguel Arcanjo
São Miguel Arcanjo, protegei-nos no combate, cobri-nos com o vosso escudo contra os embutes e as ciladas do demônio. Subjugue-o Deus, instantaneamente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pelo divino poder precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos que andam pelo mundo para perder as almas. Amém.
Santo Anjo
Santo Anjo do Senhor,meu zeloso guardador, se a ti me confiou a piedade divina, sempre me rege, me guarde, me governe, me ilumine.
Amém



São Miguel
O nome do Arcanjo Miguel, possui um revelador significado em hebraico: "Quem é igual a Deus", segundo a Bíblia, ele é um dos sete espíritos assistentes ao Trono do Altíssimo, portanto, um dos grandes príncipes do Céu e ministro de Deus.

No Antigo Testamento o profeta Daniel chama São Miguel de príncipe protetor dos judeus, enquanto que, no Novo Testamento ele é o protetor dos filhos de Deus e de Sua Igreja, já que até a segunda vinda do Senhor, estaremos em luta espiritual contra os vencidos, que querem nos fazer perdedores também.

"Houve então um combate no Céu: Miguel e seus anjos combateram contra o dragão. Também o dragão combateu, junto com seus anjos, mas não conseguiu vencer e não se encontrou mais lugar para eles no Céu".

São Rafael
Rafael aparece no Antigo Testamento, no livro de Tobit.

"Tobias foi à procura de alguém que o pudesse acompanhar e conhecesse bem o caminho. Ao sair, encontrou o anjo Rafael, em pé diante dele, mas não suspeitou que fosse um anjo de Deus" (Tob 5,4).

Este arcanjo de nome "Deus Curou", restituiu à vista do piedoso Tobit, e nos demonstra que a sua presença, bem como a de Miguel e Gabriel, é discreta, porém, amiga e importante.

São Gabriel
O nome deste Arcanjo, citado duas vezes nas profecias de Daniel, significa "Força de Deus", mas é muito conhecido devido a sua singular missão de mensageiro, uma vez que foi ele quem anunciou o nascimento de João Batista e, principalmente, anunciou o maior fato histórico:

"No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré... O anjo veio à presença de Maria e disse-lhe: "Alegra-te, ó tu que tens o favor de Deus" a partir daí, São Lucas narra no primeiro capítulo do seu Evangelho, como se deu a Encarnação.

    

Os anjos são criaturas espirituais que glorificam a Deus sem cessar e servem a seus desígnios salvíficos em relação às demais criaturas. (CIC-350)

Eles são dotados de inteligência e de vontade: são criaturas pessoais e imortais. Superam em perfeição todas as criaturas visíveis. (CIC-330)
.
O numero dos anjos é indefinido. Santo Tomás afirma que eles são mais numerosos do que todos os homens que existiram, existem e existirão. Estão eles divididos em nove hierarquias ou coros, segundo o oficio que eles desempenham no céu.

1- Serafins: cuja ocupação no céu é a de amar incessantemente a Deus.
2- Querubins: contemplam incansavelmente a face de Deus.
3- Tronos: gozam constantemente da presença de Deus, que é Bem infinito.
4- Dominações: transmitem as ordens de Deus.
5- Virtudes: são os que operam os milagres de Deus no universo.
6- Potestades: vencem a tudo que se opõe ao poder divino.
7- Principados: presidem, com Deus, no governo das nações.
8- Arcanjos: são os encarregados das grandes mensagens.
9- Anjos: são os mensageiros ordinários de Deus e os guardas dos homens nesta terra.
A hierarquia composta pelos Serafins, Querubins e Tronos é a mais “privilegiada”, os anjos que a compõem vivem ao redor do trono de Deus, contemplando sua glória e cantando seus louvores.
As Dominações, Virtudes e Potestades encontram-se entre o céu e a terra e ajudam a governar melhor o mundo e combatem as hierarquias infernais.
.
Os Principados, Arcanjos e Anjos vivem na terra, ao lado dos homens. Os Arcanjos são aqueles a quem Deus confia missões extraordinárias de fé e revelações de realidades acima da compreensão humana.
.
A palavra “Arcanjo” significa “Anjo principal”, “chefe dos anjos”. Neste coro encontram-se São Miguel, São Rafael e São Gabriel.


quinta-feira, 15 de setembro de 2016

A devoção de São Francisco a São Miguel Arcanjo.


São Francisco nutria uma grande devoção por São Miguel Arcanjo. Tanto nos escritos deixados por ele quanto nas biografias escritas após sua morte, os traços desta religiosidade estão presentes.

A Exortação ao Louvor de Deus, escrita pelo próprio São Francisco em uma tábua que servia de piso do altar em seu eremitério, termina bendizendo a Santíssima Trindade e pedindo a proteção do Príncipe da Milícia Celeste com a jaculatória “São Miguel arcanjo, defendei-nos no combate!”. A antífona do Oficio da Paixão também expressa esta devoção especial: “Santa Virgem Maria… roga por nós, com São Miguel Arcanjo, e com todas as virtudes celestes e com todos os santos…”.A Festa de São Miguel era tão particular para São Francisco que, em preparação a esta data, dedicava uma “quaresma”, isto é, quarenta dias de retiro.
Conta Tomás de Celano, um de seus primeiros biógrafos, que o santo “muitas vezes dizia que devemos honrar de maneira toda especial o bem-aventurado Miguel, porque é o encarregado de representar as almas. Pois em honra de São Miguel, fazia uma quaresma de jejuns desde a festa da Assunção até o seu dia. E dizia que, “em honra de tão importante príncipe, dever-se-ia oferecer a Deus algum louvor ou algum dom especial””(2Cel 27). Foi exatamente numa destas quaresmas em honra do Arcanjo, precisamente no ano de 1224, que São Francisco recebeu as estimas no Monte Alverne. Narra a Legenda Maior (XIII,5) que, “tendo chegado também a festa de São Miguel Arcanjo, Francisco, o homem angélico, desceu do monte. Trazia consigo a imagem do Crucificado, não gravada à mão em tábuas de pedra ou de madeira, com artifícios, mas escrita nos membros da carne pelo dedo de Deus vivo”.


O Anônimo Perusino, outra biografia de São Francisco ligada mais aos seus primeiros companheiros, refere-se ainda a outro evento marcante que São Francisco associava à Festa de São Miguel. Conta que, depois da aprovação da Regra pelo Papa, quando contava ainda com poucos irmãos, o bem-aventurado Francisco mandou que duas vezes por ano houvesse capítulo, em Pentecostes e na festa de São Miguel, no mês de setembro.

A devoção de São Francisco a São Miguel Arcanjo nasce no contexto da idade Média. O principal ponto de difusão desta devoção era o Santuário de Monte Sant’Angelo de Gargano, situado a leste da Península Itálica. Ali, segundo a tradição, São Miguel teria aparecido em uma gruta pedindo que o local fosse consagrado ao culto cristão. Acredita-se que São Francisco tenha visitado este santuário em 1216, mas, conforme a tradição, o Santo de Assis não teria entrado na gruta por não se sentir digno. Teria rezado somente na entrada da Igreja, beijado o chão e traçado o sinal da cruz em uma pedra em forma de “T” (Tau). Ainda hoje, ao lado esquerdo da entrada da caverna, existe um altar erguido em honra a São Francisco e em memória desta peregrinação.

FONTE: "Paz e Bem".