"SENHOR, FAZEI-ME INSTRUMENTO DE VOSSA PAZ".

Sua maior intenção, seu desejo principal e plano supremo era observar o Evangelho em tudo e por tudo,imitando com perfeição, atenção, esforço, dedicação e fervor os passos de Nosso Senhor Jesus Cristo no seguimento de sua doutrina". (Vida de S. Francisco - 1Cel 84)

"Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você está fazendo o impossível.São Francisco de Assis"

segunda-feira, 13 de abril de 2015

O significando do saudação franciscana PAZ E BEM!


PAZ E BEM! é a saudação franciscana no mundo inteiro. Ela é de inspiração divina. Francisco de Assis disse, em seu Testamento: “Como saudação, revelou-me o Senhor que disséssemos: "O Senhor vos dê a paz!" Partindo deste momento e desta inspiração, é unida a esta saudação de paz a palavra “bem”.

Para se entender esta saudação, devemos perceber que, para Francisco de Assis, a paz era uma necessidade constante em sua vida e no mundo todo. Ele mesmo se tornou Arauto da Paz, pedindo sempre em oração que o Senhor o fizesse um instrumento de paz.

Em suas orações de louvor, Francisco não cansava de chamar a Deus de Sumo Bem, de Eterno Bem e de Todo Bem. Daí, então, podemos concluir que, para Francisco de Assis, o próprio Deus é a Paz e o Bem, é a fonte de toda paz e de todo bem, pela ação redentora de Jesus Cristo.

E nós, franciscanos, a exemplo do “Poverello” de Assis, quando fazemos uso desta saudação, estamos comunicando o próprio Deus presente nela, esta Paz e este Bem que devemos semear e testemunhar no mundo em que vivemos.

Queira Deus que possamos, ao dizer “PAZ E BEM!”, estar repletos desta Paz e deste Bem, como o Seráfico Pai São Francisco de Assis. Assim, faremos acontecer o Amor, a Fraternidade, a Justiça e a Igualdade no mundo tão carente que clama por tudo isto!

Não esqueçamos também que, 800 anos depois, Francisco de Assis quer continuar pregando a paz e o bem através de todos nós, pois ele quer que a Paz e o Bem partam do coração de cada franciscano(a) rumo ao coração de cada ser humano e de cada criatura de Deus.


Nenhum comentário: