"SENHOR, FAZEI-ME INSTRUMENTO DE VOSSA PAZ".

Sua maior intenção, seu desejo principal e plano supremo era observar o Evangelho em tudo e por tudo,imitando com perfeição, atenção, esforço, dedicação e fervor os passos de Nosso Senhor Jesus Cristo no seguimento de sua doutrina". (Vida de S. Francisco - 1Cel 84)

"Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você está fazendo o impossível.São Francisco de Assis"

quinta-feira, 28 de abril de 2022

28 DE ABRIL: Lembramos do Casal de Beatos Luquesio e Buonadonna- Primeiros irmãos da Terceira Ordem Franciscana


Paz e Bem, irmãos e irmãs.

É com imensa alegria que celebramos a festa da Família franciscana em que Lembramos do Casal de Beatos Luquesio e Buonadonna.
Que transformaram as suas vidas ao conhecer São Francisco de Assis e seu ideal de pobreza, que atraiu muitas pessoas.
E eles também se encantaram e passaram a desfazer-se de tudo e seguir o santo para com ele fazer penitência, queria até se separar. Deixar de ser um casal. Porém São Francisco não consentiu que abandonassem o sacramento do matrimônio.
Logo, pediram-lhe que ao menos lhe indicassem alguma forma de vida, em que de um modo mais perfeito servissem a Deus. 
Então o Santo, prometeu-lhes no mesmo dia em que pregou aos pássaros dar-lhes uma forma de vida em que todos podiam observar, sem deixar família, nem abandonar suas casas.
No ano de 1216 Francisco cumpre o prometido entrega o hábito da Penitência aos dois primeiros irmãos da Terceira Ordem Franciscana e são eles o casal Luquésio e Buonadona (também conhecidos no Brasil por Lucio e Bona), poderíamos dizer que Francisco insere, com a fundação da Ordem Terceira, os leigos seculares no âmbito da Igreja, assumindo seu papel como leigos comprometidos numa realidade da Igreja.
Luquesio, era conhecido por ser um homem ganancioso, mas que mudou radicalmente de vida depois de ouvir os ensinamentos de São Francisco. Passando a renunciar a todos os seus bens e passou a viver junto com sua mulher uma vida de penitência, baseada na pobreza, no minorismo e na caridade cristã.
Buonadonna, resistiu no primeiro momento, da conversão de seu esposo. Sua conversão foi, devagar. Mas, após o milagre dos pães, percebeu sua ignorância. E se rendeu totalmente ao amor, a compaixão, para com o próximo assim, como seu marido. Como eles foram os primeiros irmãos penitentes Luquésio e Dona Bona, dedicaram-se ao apostolado nas famílias e entre os casais. Eram generosos com todos e testemunhavam o amor de Cristo.
Luquésio faleceu aos 80 anos em 1260 e sua esposa anos depois, e foi beatificado apenas em 27 de março de 1697 pelo papa Inocêncio XII, embora anteriormente já tivesse grande fama de santidade, na Europa ficaram conhecidos como bem-casados e são considerados patronos dos casais, seu corpo repousa junto ao de sua esposa na grande basílica a ele dedicado na cidade de Poggibonsi na Itália. Fazer a lembrança desse santo homem é retomar as origens da Ordem Franciscana Secular e resgatar a essência de nosso carisma.
O casal Luquésio e Bonadonna nos revelam os valores que devem ser cultivados em um lar franciscano secular, onde a caridade, o amor a Deus e o cuidado com a família devem ser o alicerce de nossa caminhada franciscana.

FREI:
e

Nenhum comentário: