"SENHOR, FAZEI-ME INSTRUMENTO DE VOSSA PAZ".

Sua maior intenção, seu desejo principal e plano supremo era observar o Evangelho em tudo e por tudo,imitando com perfeição, atenção, esforço, dedicação e fervor os passos de Nosso Senhor Jesus Cristo no seguimento de sua doutrina". (Vida de S. Francisco - 1Cel 84)

"Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você está fazendo o impossível.São Francisco de Assis"

quinta-feira, 23 de junho de 2022

NATIVIDADE DE SÃO JOÃO BATISTA...

 


Sol. Da Natividade de São João Batista (Lc 1,57-66.80)(23/06/22)

Caríssimos, hoje a Igreja celebra a Solenidade da natividade de São João Batista, o precursor de nosso Senhor Jesus Cristo, o Filho amado de Deus, o Messias esperado e enviado para salvar não somente o povo de Israel, mas também todos os pecadores arrependidos que começam uma nova vida a partir da misericórdia recebida do Senhor que os liberta dos pecados e da maldade que o pecado gera. 
Sem dúvida, vivemos num mundo de incertezas e inseguranças, e isso por conta dos pecados aqui praticados, todavia, com a vinda do Senhor Jesus anunciado pelos profetas do Antigo Testamento e por seu precursor são João Batista, Deus nos deu a segurança que precisávamos, isto é, a certeza da nossa salvação eterna mediante a redenção realizada por seu Filho amado. 
No Evangelho de hoje a evidência dessa graça se dá por meio de Zacarias e Isabel, que já adiantados em idade não podiam ter filhos, no entanto, para Deus nada é impossível, de modo que geraram um filho tão desejado, não somente por eles, mas por toda a humanidade. 
Por isso, deram-lhe um nome genuinamente profético, como escreveu Zacarias: "João é o seu nome", que significa "Deus nos é favorável." 
Na segunda leitura são Paulo assim descreve a vinda do Senhor e a missão de João: "Conforme prometera, da descendência de Davi Deus fez surgir para Israel um Salvador, que é Jesus. 
Antes que ele chegasse, João pregou um batismo de conversão para todo o povo de Israel. 
Estando para terminar sua missão, João declarou: ‘Eu não sou aquele que pensais que eu seja! 
Mas vede: depois de mim vem aquele, do qual nem mereço desamarrar as sandálias’." (Lc 1,23-26). 
Portanto, caríssimos, a insegurança ainda existe no mundo, mais não para os que confiam em Deus, como Zacarias e Isabel, que perseveraram na fé e receberam a graça que o Senhor tinha reservado para eles por manteram a esperança permanecendo fiéis até o fim. 

Oremos: "Concedei, Deus todo-poderoso, que a vossa família siga pelo caminho da salvação, e, atenta às exortações de São João Batista, chegue ao Redentor que ele anunciou. 

Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo." (Liturgia da Missa). 

Paz e Bem! Frei Fernando Maria OFMConv.
"Brasil Franciscano -Blog"

Nenhum comentário: